Notícias

Fusão da INWIT com a Vodafone multiplicou o lucro da Telecom Itália no primeiro trimestre
21/05/20

A operação fez o lucro do grupo Telecom Italia aumentar 216% no primeiro trimestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Os números foram divulgados pela Telecom Italia, dona da TIM Brasil, na última segunda-feira.

Quanto aos resultados financeiros, o lucro líquido da companhia atingiu 591 milhões de Euros e também foi impactado positivamente por menor depreciação e amortização, menores perdas financeiras e impostos. Mas o principal, 441 milhões de Euros, veio do ganho de capital com a transação de M&A de seu braço de infraestrutura, concluída em março. Outro marco positivo, foi a redução de 1,8 bilhão Euros na comparação anual no endividamento da companhia.

Contudo, o grupo italiano sentiu reflexos do desaquecimento da economia em função da crise da Covid-19. A receita de serviços caiu 6,6%, a 3,7 bilhões de Euros. O EBITDA, lucro antes de depreciações, amortizações e impostos, encolheu 7,5% ano a ano, descontados efeitos não recorrentes, para 1,73 bilhão de Euros.

Esses números refletem o fechamento de lojas, inclusive no Brasil, o que retraiu a venda de aparelhos e planos. Além disso, houve a diminuição da receita com roaming dentro da Itália e no mundo.

"No entanto, a perspectiva de médio a longo prazo é positiva, uma vez que houve forte aceleração da adoção de serviços digitais e de conectividade, que parece estar levando a Itália e fechar o gap de penetração de ultra banda larga em relação ao resto da Europa, além de reverter a tendência de substituição do fixo pelo móvel", escreve a empresa no relatório aprovado hoje pelo conselho de administração.

O Capex para o período encolheu em 8 milhões de Euros, para 599 milhões de Euros. Na Itália, caiu para 414 milhões de Euros, mas cresceu no Brasil para 185 milhões de Euros. Em relação às receitas, passou de 13,6% para 15,1% das vendas.

Fonte: Teletime e Prosper Capital

2020 © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - PROSPER CAPITAL